Líder do MBL queria me comer, diz modelo!

InShot_20210911_120306308-819x1024 Líder do MBL queria me comer, diz modelo!
Renan Santos, cofundador do Movimento Brasil Livre (MBL), foi acusado por uma modelo por tentativa de estupro.

A reportagem do DCM teve acesso à cópia do boletim de ocorrência lavrado na 1ª Delegacia da Mulher, em São Paulo. O nome dela é preservado por questões legais.

Em junho deste ano, diz o documento, durante um passeio de carro, após um beijo, ele a teria atacado: tirou sua calça, puxou a calça e a calcinha, forçando a penetração que, segundo narrado no boletim de ocorrência, só não aconteceu integralmente pelo fato dela estar usando um absorvente íntimo.

De acordo com o relato da vítima, depois de sua recusa ele insistiu dizendo “Você vai querer sim”, além da acusação de ter apertado seu pescoço e desferir-lhe um tapa no rosto.



Ela afirma que também era torturada psicologicamente, com ameaças de “sumir e nunca mais voltar”. VIA FORUM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima