Barroso abre transparência do código fonte nas eleições!)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, apresentou os detalhes da Comissão e o Observatório de Transparência das Eleições de 2022 (CTE). O colegiado será composto de “especialistas, representantes da sociedade civil e instituições públicas na fiscalização e auditoria do processo eleitoral”.

“Como o TSE tem procurado demonstrar, o sistema é absolutamente seguro, está em aplicação desde 1996 e jamais se documentou nenhum tipo de fraude”, disse Barroso, durante evento para auditoria da votação eletrônica dos pleitos suplementares em duas cidades do Estado do Rio de Janeiro. A cerimônia ocorreu no domingo 12.

Segundo Barroso, as instituições precisam dar uma resposta ao povo. “Não temos preocupação nesta matéria, porém é fato que se criou artificialmente numa pequena minoria da população algum grau de desconfiança”, disse. “A urna eletrônica está sempre sendo aprimorada em vista das novas tecnologias”, acrescentou Barroso.

Deixe um comentário