Ministro Ricardo Lewandowski faz os gostos de João Dória!

Ministério da Saúde (MS) terá de enviar mais doses de imunizantes contra a covid-19 para o governo João Doria (PSDB-SP). É o que decidiu o Supremo Tribunal Federal (STF), na noite da segunda-feira 13. Em processo movido na Corte, a gestão tucana acusou o governo federal de tirar do Estado 50% de doses de vacinas anticoronavírus. O gargalo teria surgido depois de o MS promover mudanças na metodologia de distribuição de entregas dos produtos.

Procuradores, então, acionaram o STF em 13 de agosto, com a finalidade de pedir que qualquer mudança de logística promovida pelo MS passe a valer depois de 45 dias. Dessa forma, o Estado teria tempo hábil para se planejar. Exigiram ainda que a mudança nos protocolos não fosse aplicada às segundas doses, já que isso poderia diminuir a entrega das mercadorias da AstraZeneca e da Pfizer para aqueles que já tomaram a primeira dose desses fabricantes.

Deixe um comentário