Concurso de beleza na França é processado por usar o critério de BELEZA!

O concurso de beleza Miss França está sendo processado por discriminação após selecionar concorrentes com base nas suas aparências físicas.

Três ex-concorrentes uniram forças com o grupo feminista Osez le Feminisme (Ouse ser uma feminista), em comunicado nesta semana, na tentativa de processar o donos dos direitos da realização do Miss França, bem como a Endemol, a empresa que exibe o concurso no canal TF1.

Para serem consideradas para o concurso anual, que gerou críticas regulares ao longo dos anos, as candidatas à rainha da beleza francesa devem ser solteiras, ter mais de 1,70 metro de altura e ser consideradas “representativas da beleza”.

As candidatas, que devem comprovar nunca ter se casado ou tido filho, são obrigadas a não engordar durante a competição e não devem mudar o penteado. Eles também não podem ter tatuagens ou quaisquer piercings. Só brincos são permitidos.

Outros critérios desqualificadores para competidoras em potencial incluem o uso de mechas ou extensões de cabelo e tabagismo.

Deixe um comentário