Urgente- Governadora pode ser presa, caso seja condenada pelos não repasses!

images8374701790998623984 Urgente- Governadora pode ser presa, caso seja condenada pelos não repasses!
Corte Especial condenou o governador do Amapá a seis anos e nove meses de reclusão e à perda do cargo pelos mesmo crimes que pode ter cometido a governadora do RN.

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou nesta o governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), a seis anos e nove meses de reclusão, em regime semiaberto, e à perda do cargo. Na decisão, por maioria, os ministros também condenaram o político a pagar multa e a restituir R$ 6,3 milhões ao erário.

O governador foi acusado de desviar valores referentes a empréstimos consignados de servidores entre 2009 e 2010, mesmo caso que atualmente aconteceu aqui no RN, os quais eram descontados dos salários e utilizados para despesas diversas do governo, em vez de serem repassados às instituições financeiras credoras.

Os fatos ocorreram no primeiro período em que Waldez Góes governou o Amapá. Após quatro anos fora da administração estadual, ele se elegeu novamente governador em 2014 e 2018. A sanção de perda do cargo, que deverá se dar apenas com o trânsito em julgado da condenação, foi aplicada com base no artigo 92 do Código Penal. Com a jurisprudência a governadora pode ser condenada pelos mesmos crimes. Agora é aguardar a justiça ser feita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima