Promotor chama advogada de “Bixa Feia” e juri é anulado

IMG_1916 Promotor chama advogada de “Bixa Feia” e juri é anulado

Um promotor de Justiça do Ministério Público de Goiás (MP-GO) Douglas Roberto Ribeiro de Magalhães Chegury, se envolveu em uma situação delicada…

Em um julgamento realizado na última sexta-feira (22), no Plenário do Tribunal do Júri, em Alto Paraíso de Goiás (GO), ele chamou uma advogada criminalista Marília Gabriela Gil Brambilla de “bixa feia”.“Não quero beijo da senhora. Se eu quisesse beijar alguém aqui, eu gostaria de beijar essas moças bonitas, e não a senhora, que é feia”, disse o promotor na oportunidade.

A declaração gerou protesto dos que acompanhava a sessão. Em seguida, o promotor fez nova investida contra a advogada. “Mas é óbvio. Só porque eu reconheci aqui que esteticamente… Eu menti? Tecnicamente ela não é uma mulher bonita.”, disparou o promotor.

Após as falas, a advogada pediu pela prisão do promotor. Em seguida, uma das juradas se retirar do plenário, o que fez o presidente do júri, Felipe Junqueira d’Ávila Ribeiro, anular a sessão.

“Conforme acima relatado, durante a presente sessão plenária, após discussão entre membro do Ministério Público e uma das advogadas de defesa ao longo dos debates, uma jurada se levantou e se retirou do plenário, afirmando que não queria mais participar”, diz trecho da ata de julgamento do júri.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima