Saiba o que aconteceu com o cantor JOÃO GOMES!

img_7659 Saiba o que aconteceu com o cantor JOÃO GOMES!
As falas de João Gomes, de apenas 19 anos, em conversa com a coluna LeoDias na última quinta-feira (24) e a publicação feita em seu Instagram na última quarta-feira (23) repercutiram muito no meio artístico e entre seus fãs. O cantor revelou nas redes sociais que tem passado por momentos de tristeza com a pressão do trabalho e da rotina, e a vontade de parar de cantar. Pensando nisso, a coluna LeoDias ouviu duas psicólogas para entender um pouco sobre como a rotina pesada de trabalho pode afetar o psicológicos dos artistas, em especial os mais jovens.
A psicóloga Andrea Vaz relata que a pressão de ser tão jovem e ao mesmo tempo ter muita influência pode resultar em um processo depressivo: “Imaturidade + fama + dinheiro: a fórmula certa para dar errado. É muito comum vermos jovens famosos, nacionais ou internacionais, que atingem o auge da fama e não sabem lidar com isso. Daí, recaem em um processo depressivo e, por conta da falta de estrutura psicológica, tendem a se afastar.”
A especialista também acredita que é responsabilidade das pessoas que administram a carreira dos jovens artistas de lhes ajudarem a lidar com esses problemas:“Muitas vezes, os produtores não se preocupam com isso, não pensam no lado humano desses jovens. Muitas vezes, a estrutura psicológica de um jovem não suporta tamanha pressão.”
Pressão financeira
Maria Rafart, também psicóloga, analisa que a pressão de ter muitas pessoas que dependem financeiramente do cantor, também pode influenciar neste processo:
“A vida dos artistas é pontuada por competitividade e por pressões. Fazem de tudo para manter-se sempre em alta, com medo do esquecimento do público e o esgotamento da fama. Aproveitam as boas fases para fazer muitos shows, com agendas desgastantes. Têm uma equipe inteira e muitas vezes muitos membros da família para empregar e sustentar. A contínua alimentação das redes sociais também é desgastante. A lista de elementos estressores é gigante!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima