ARTIGO: BG no PSDB??? Por Marcus Aragão

Entendo que uma parcela da direita pode estar se perguntando sobre a coerência dessa ligação com o partido de Ezequiel, o PSDB, que inegavelmente tem, digamos, certa proximidade com o Governo Estadual.
— Mas, afinal, isso é ruim ou pode ser bom?
Depende, como tudo na vida tem os dois lados. Por um lado, pode levantar questionamentos — Mas esses mesmos questionamentos não se sustentam após uma reflexão, pois seria impossível Fátima Bezerra não apoiar Natália Bonavides. E outra coisa, se você acha que BG pode mudar seu discurso para se aproximar mais da esquerda, é só ouvir seu programa na rádio e ler seu blog nos próximos dias após sua filiação. Se ele parar de bater no governo, se deixar de ser oposição, não vote nele — Podemos ficar acertados assim.
Particularmente, penso que essa aliança com o PSDB pode dar condições que nenhum outro candidato da direita terá. Ora, Ezequiel tendo influência no governo é quem pode blindar BG para que possa seguir numa oposição sem sofrer retaliação. Se Álvaro Dias tivesse costurado uma base mais ampla, será que as licenças ambientais para fazer a engorda na praia de Ponta Negra já teriam saído? É possível que sim. Percebe que se faz necessário dar condições para o candidato de direita permanecer como oposição e ao mesmo tempo garantir sua melhor governabilidade?
Antes de continuar, infelizmente, é preciso relembrar que já sabemos que parte da direita mais radical sempre estimula suas bases através da hiperpolarização. Sabe por quê? Simplesmente porque consegue se eleger com esse percentual da extrema direita — mas só dá certo nas eleições para vereadores, deputados ou senadores. Afinal, essa quantidade de votos nunca é suficiente para o cargo executivo, pois para ser prefeito, governador ou presidente, é preciso também conquistar parte do eleitorado mais ao centro.
Quem esquece dos deputados, por todo o Brasil, visitando quartéis e colocando lenha numa fogueira sem fogo? Eles sabiam que não haveria intervenção nenhuma, mas insistiam nessa narrativa apenas para se destacarem no eleitorado que ansiava por isso. Lembre-se de que Hamilton Mourão nunca disse que uma intervenção seria possível.
Devemos resistir às tentações de dividir a direita e manter nossa coesão a todo custo, assim como a esquerda faz. Em outras palavras, quero fazer aqui um chamamento para toda a direita se unir, já que não há outra forma de vencermos. Mais do que isso, precisamos de uma união mais ampla para ganharmos as eleições. É possível vermos alguns candidatos discordarem desses argumentos, mas lembre-se de que eles podem estar usando o palanque de candidato a prefeito apenas para fortalecer sua próxima campanha para a Câmara Federal. Entendeu? Quem quer ganhar para prefeito tem que pensar em alianças.
— É ESTRUTURA, PAPAI!
Sem o congresso, o presidente não governa; sem a assembleia, o governador nada faz e sem a câmara, o prefeito, idem. A filiação de BG ao PSDB não é à toa. O PSDB tem a maior bancada na câmara de vereadores. Isso se traduz em mais votos, mais capital político e faz parte do lado bom da filiação de BG. No próximo ano, teremos novas eleições para o legislativo municipal, mas existe uma chance real de mantermos a bancada e isso faz toda a diferença na gestão do prefeito eleito. Quem pensa em ganhar, também deve pensar nisso.
Enfim, para a direita vencer as próximas eleições, devemos combater veementemente o fogo amigo, pois só beneficia a oposição. Acredito que a aliança de BG com o PSDB é coerente e necessária. Pela maior bancada na câmara, pela estrutura de um partido forte capaz de dar apoio e suporte às reivindicações do prefeito junto ao governo estadual e também, pela sua história presidindo a juventude do partido.
Tendo em vista a atual situação em que nossa cidade e nosso Estado se encontram, certamente você concorda que precisamos mudar a classe política. Nossos políticos não acertam desde que o índio Poti pescava em nossos rios. Mais do que acreditar na mudança, devemos votar na mudança.
BG deve dar continuidade ao seu sonho de ser prefeito. Esse desejo que vem sendo cultivado desde a época em que foi presidente de grêmio estudantil.
Vamos dar um voto de confiança a BG — ao meu ver, é a direita viável.
Marcus Aragão
Instagram @aragao01

Deixe um comentário